Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

05 julho 2010

Choque de Ordem em Nova Orleans

No Rio são os camelôs que pertubam a paz nas ruas, invadindo as calçadas. em Nova Orleans é um pouco mais complicado - quem tumultua as calçadas e jardins no "French Quarter" são os músicos, que tocam para ganhar uns trocados.
A polícia de Nova Orleans tem recebido várias denúncias e age a favor da lei da perturbação da ordem pública, tipo o que aqui chama-se de "choque de ordem", prendendo os músicos e apreendendo seus instrumentos.
Mas não é bem assim que o povo quer. Em 8 de junho de 2010, quinze mil pessoas assinaram um manifesto no Facebook, na página "Don't Stop The Music. Let New Orleans Musicians Play!". O que se comenta é que estão matando lentamente a tradição de Nova Orleans.
Para ler toda a matéria, basta clicar na coluna de Larry Blumenfeld, no blog Truthdig:


http://www.truthdig.com/arts_culture/item/joyful_noises_and_joyless_ordinances_in_new_orleans_20100702/

3 comentários:

Guzz disse...

o prefeito lá deve ser amiguinho do nosso prefeitinho ...

APÓSTOLO disse...

No Brasil já "prenderam" os músicos há muito tempo, cancelando incentivos, reduzindo as salas de apresentação, eliminando a divulgação maciça, empurrando rock, axé, brega, falsos "caipiras", DJ's e outras porcarias pela goela do público....
O músico no Brasil é herói, sobrevivendo à custa de uma força infinita.
Enfim.......

Beto Kessel disse...

Estive em Nu olins (como se diz) e adorei o astral da cidade...e olhem que foi em abril de 2007, portanto ainda proximo dos estragos do Katrina. A cidade e deliciosa e interessante ouvir a atmosfera musical da cidade. Lamento que queiram acabar com isto.

Minha unica chateacao foi nao conseguir um lugar no Snug harbour para ouvir Mr. Ellis Marsalis, o pianista e patriarca da familia Marsalis.

No mais, pretendo voltar la outro dia.

Abracos jazzisticos,

Beto