Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

28 maio 2010

THE JUBILEE SHOWS # 15 (FINAL)

Nestas 15 postagens pudemos reviver trechos de shows especialmente preparados para diversão e levantamento do astral das tropas norte-americanas e demais aliadas, distribuídas por vários cantos do mundo em ação na famigerada guerra mundial.
JUBILEE SHOWS foi uma série de 365 programas, produzidos pela Armed Forces Radio Service (AFRS) durante os anos da II Guerra Mundial e um pouco mais, ou seja de 9/out/1942 até 18/fev/1950 sendo transmitidos pelas estações de rádio e serviços de alto-falantes militares



Apresentamos extratos da edição gravada em abril 1943 com a Louis Armstrong Orchestra e o Red Garland Trio e do programa de junho de 1943 com a participação da Count Basie Orchestra, Art Tatum e do cantor Jimmy Rushing, todos gravados no estúdio-auditório da NBC em Hollywood, Los Angeles.


1.ABERTURA – com o tema Great Day (V. Youmans) pela Armed Forces Band.
2.AIN'T MISBEHAVIN (Waller/Razaf) – interpretação da Orquestra de Louis Armstrong da melodia escrita em 1929 por Thomas "Fats" Waller e letra de Andy Razaf. Waller gravou a versão original para a Victor Records (Vic 22108) em agosto de 1929 e a perpetuou no filme musical de 1943 ― Stormy Weather onde atuam a cantora Lena Horne e o tap-dancer Bill Robinson.
Formação da Orchestra: Louis Armstrong (tp, vcl e líder), Shelton Hemphill, Frank Galbreath, Bernard Flood (tp), George Washington, Henderson Chambers, James Whitney (tb), Rupert Cole, Joe Hayman (sa), Joe Garland, Prince Robinson (st), Luis Russel (pi), Ted Sturgis (bx), Lawrence Lucie (gt) e Henry "Chick" Morrison (bat). Joe Garland arranjador.
3.TEA FOR TWO (V. Youmans/I. Caesar) – o contrabaixista Red Callender se notabilizou por suas atuações com Duke Ellington e com os All Stars de Armstrong, gravou com Nat King Cole, Erroll Garner, Charlie Parker, Wardell Gray, Dexter Gordon e muitos outros. Aqui é chamado com trio formado pelo pianista Emanuel Brooks e o guitarrista Luiz Gonçalves e mais a banda de Armstrong a interpretar o clássico Tea for Two do musical No, No, Nanette de 1925 com música de Vincent Youmans e letra de Irving Caesar.
4.AIR MAIL SPECIAL – com a Orquestra de Count Basie o grande sucesso dos compositores Charlie Christian, Benny Goodman e Jimmy Mundy gravado por Goodman em 17/março/1941 (Jazz Archives JA23). Count Basie a incorporou no filme "Soundies" em julho de 1941. No entanto, não fez parte do repertório da banda e Basie repetiu o tema em um programa de rádio em out/1941 e nesta apresentação no Jubilee Show. Foi realmente um hit das bandas de Goodman e de Lionel Hampton e de Ella Fitzgerald.
Formação da Banda: Count Basie (pi e lider), Ed Lewis, Buck Clayton, Harry Edson, Snooky Young (tp), Dick Wells, Robert Scott, Eli Robinson, Louis Taylor (tb), Earle Warren, Jimmy Powell (sa), Buddy Tate, Don Byas (st), Jack Washington (sb), Freddie Greene (gt), Walter Page (bx) e Jo Jones (bat).
5.SWEET LORRAINE (Burwell/Parish) – Art Tatum o magnífico pianista dá sua contribuição com a popular canção de Cliff Burwell e letra de Mitchell Parish publicada em 1928 e que se tornou um jazz standard, já tendo 656 gravações por jazzístas (até 2009) desde a primeira de Jimmie Noone em 1928.
6.ST. LOUIS BLUES (W.C. Handy) – o blues clássico dos clássicos ― de Handy na voz de Jimmy Rushing (1901-1972) ― o blues shouter e swing jazz singer natural de Oklahoma City, notabilizado pelas atuações como vocalista na Count Basie's Orchestra de 1935 a 1948.
7.SWING SHIFT (Warren) – pela primeira vez o tema é apresentado pela orquestra de Basie, inclusive somente uma parte do arranjo de Buck Clayton. Basie o incorporou definitivamente a seu repertório no Liederkranz Hall of New York City, em janeiro de 1944, sala de concertos da organização germano-americana devotada a patrocinar eventos culturais, principalmente de música, fundada em 1874.
8.ENCERRAMENTO – One O'Clock Jump com a Count Basie Orchestra.


Fonte: CD - THE JUBILLE SHOWS Vol.8 – produção de Carl. A. Hällström – Storyville Records (501 1008) – Alemanha – 2004.



Um comentário:

Anônimo disse...

Hello to all, it's actually a good for me to go to see this web page, it consists of helpful Information.

Visit my web page; online computer backup
My webpage - online backup reviews