Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

17 dezembro 2009

RETRATOS 13 = ERROLL GARNER
Um Panorama de 88 Teclas Mágicas


(E) LP’s LANÇADOS NO BRASIL

(E.1) LISTA SEQUENCIAL DOS LANÇAMENTOS
A idéia de relacionar apenas os LP’s de Erroll Garner lançados no Brasil, fundamenta-se no fato de que todos eles são originais, contendo preciosos textos de contracapa, com fatos nem sempre constantes dos livros e das biografias de Garner.
Além do mais existe o incontentável fascínio pelo “vinil”(33 1/3, 10 ou 12”), hoje considerado “objeto de desejo” de colecionadores, conforme atestam as revistas especializadas, os apelos constantes via “Internet” e até, “last but not least”, livros inteiramente dedicados à reprodução das capas e contracapas de LP’s.
Em contrapartida a distribuição de CD’s no mercado nem sempre têm obedecido ao plano original da gravação, amontoando sessões de diversos álbuns, gravados em épocas distintas e omitindo informações básicas para os admiradores do artista.
Buscamos também apresentar, da melhor maneira possível, as gravações de Garner em ordem cronológica de seus registros originais(obviamente não coincidente com a de seus lançamentos no Brasil), iniciando com os LP’s desse Mestre para, depois, abordar as “coletâneas”
Desta forma e a seguir são apresentados os LP’s seguintes.

Garner como líder:
i. Passaporte à Fama
ii. Erroll Garner
iii. Erroll Garner Volume 2
iv. Jazz Masters Volume 11, Erroll Garner – Misty
v. Rapsódia
vi. That’s Jazz Volume 4, The Greatest Garner
vii. Erroll Garner - Piano
viii. Erroll Garner Toca, Você Dança
ix. Play It Again, Erroll
x. Jóias de Erroll Garner
xi. Romantic & Swinging
xii. Erroll
xiii. Concert By The Sea (02 lançamentos)
xiv. Solitaire
xv. Garota dos Meus Senhos
xvi. Momentos Musicais (02 lançamentos)
xvii. Close-Up In Swing
xviii. Dreamstreet
xix. Erroll Garner Quartet
xx. Erroll Garner Plays Gershwin & Kern

Garner em “Coletâneas” ou como “sideman”:
xxi. The Very Best Of Bird
xxii. Modern Jazz Piano
xxiii. Great Jazz Pianists
xxiv. US$ 64,000 em Jazz
xxv. Jazz / The Best Of, Volume 1
xxvi. Music For Tired Lovers
xxvii. Jazz / The Best Of, Volume 2

(E.2) APRESENTAÇÃO COMENTADA DOS LP’s

1ª Parte

i. Passaporte à Fama
A discografia de Erroll Garner no catálogo doméstico foi iniciada no final da década de cinqüenta do século passado, quando a gravadora "Copacabana", à época com a representação da “Atlantic Records”, lançou este álbum de dez polegadas (10”) “Passaporte à Fama”.
Segundo informações de Roger Kay, que assina as notas da contracapa, os números incluídos no disco foram retirados de velhos acetatos, gravados em 1944 por Garner e sob sua direção, para o selo “Rex”.
Roger Kay informa ainda que duas pessoas foram responsáveis pelo lançamento de Garner: a primeira foi Art Ford, que sabendo da existência dos mencionados acetados, os copiou e fez rodar durante semanas em seu então famoso programa de rádio “Milkman’s Matinée”(foi ele, também, que sugeriu o título do “Passaporte à Fama”, prevendo o rápido sucesso do jovem pianista de Pittsburgh); a segunda pessoa foi o jornalista Robert Sylvester (redator do “New York Daily”), que muito ajudou a Garner no início de carreira pois, possuidor que era de grande sensibilidade musical, dedicou inúmeras de suas colunas ao nome e ao estilo de Garner.
Afirma categoricamente Roger Kay que a Art Ford e Robert Sylvester pode-se dar o mérito de terem lançado, com sucesso e em tão pouco tempo, o então jovem Erroll Garner.
As execuções de Garner nesse álbum já nos mostram sua característica essencial, qual seja, o proposital atraso da mão direita em relação ao acompanhamento fornecido pela esquerda e, ainda, um fato raro em cua carreira: a execução de um “boogie woogie”.
10” Copacabana / Atlantic, CLP-2012, “Passaporte à Fama”
Erroll Garner/piano, Edgar Brown/baixo, Harold “Doc” West/bateria
New York, 18 de dezembro de 1944
Faixas:
-Perdido
-Everything Happens To Me
-Soft And Warm
-Blues I Can’t Forget
-I Get I Kick Out Of You
-I’m In The Mood For Love
-Boogie Woogie Boogie
-All The Things You Are

ii. Erroll Garner
Como já mencionado tentamos apresentar as gravações de Garner em ordem cronológica que, obviamente, não coincide com a de seus lançamentos no Brasil
O selo nacional “Imagem”, representando no Brasil a “Everest Records”, lançou no início dos anos setenta dois álbuns de Garner (este ora comentado e o seguinte) representativos de suas longas sessões para a importante gravadora “Savoy”, realizadas entre 1945 e 1949.
O lado, se assim podemos dizer, “comercial”, foi intensamente explorado pela gravadora, pois todas as músicas gravadas por Garner são conhecidos “standards”, muito embora revigorados pela técnica e imaginação do pianista.
12” Imagem / Everest, LP-5015, “Erroll Garner”
Erroll Garner / piano, John Levy / baixo, George de Hart / bateria
New York, 25 de setembro de 1945
Faixa
-Somebody Loves You (apesar da capa e do selo do disco indicarem esse título, na verdade o tema executado é o clássico de Gershwin “Somebody Loves Me”)
Erroll Garner / piano, John Simmons / baixo, Alvin Stoller / bateria
Los Angeles, verão de 1949
Faixa
-On The Sunny Side Of The Street
Los Angeles, 29 de março de 1949
Faixas
-I Can’t Believe That You’re In Love With Me
-Stompin At The Savoy
-Red Sails In The Sunset
Los Angeles, 20 de junho de 1949
Faixas
-She’s Funny That Way
-Stormy Weather
-This Can’t Be Love
-Moonglow
-Confessin’

iii. Erroll Garner, Volume 2
Esse foi o 2º dos dois albums Imagem / Everest
12” Imagem / Everest, LP-5055, “Erroll Garner – Volume 2”
Erroll Garner / piano, John Levy / baixo, George de Hart / bateria
New York, 25 de setembro de 1945
Faixas
-Star Dust
-Laura
-Indiana
Erroll Garner / piano, Leonard Gaskin / baixo, Charlie Smith / bateria
New York, 20 de junho de 1949
Faixa
-Starway To the Stars
Erroll Garner / piano, John Simmons / baixo, Alvin Stoller / bateria
Los Angeles, 29 de março de 1949
Faixas
-Cottage For Sale
-All Of me
-I’m In the Mood For Love
-The Man I Love
-September Song
-All The Things You Are
-Undecided
-Over The Rainbow

iv. Jazz Masters - Volume 11 - Misty
Coube à antiga “Phonogram”, hoje “Polygram”, lancer através da série “Jazz Masters”, outro interessante álbum de Erroll Garner, aproveitando quadro sessões gravadas para a “Mercury” entre 1946 e 1954. Aí vamos encontrar a versão original de “Misty”, a mais importante composição de Garner, que aliás deu título ao álbum.
12” Polygram / Mercury, LP-6338 911, “Erroll Garner – Misty”
Erroll Garner / Piano, Red Callender / baixo, Lou Singer / bateria
Los Angeles, 14 de julho de 1946
Faixa
-Where Or When
Hollywood, primavera de 1946, Nick Fatool substitui Lou Singer á bateria
Faixa
-Frantonality
Erroll Garner / piano, Leonard Gaskin / baixo, Charlie Smith / bateria
New Yorkm 08 de setembro de 1949
Faixas
-What Is This Thing Called Love ?
-Again
-Through A Long And Slepness Night
Erroll Garner / piano, Wyatt “Bull” Ruther / baixo, Fats Heard / bateria
Chicago, 27 de junho de 1954
Faixas
-Misty
-Exactly Like You
-You’re My Sunshine
Erroll Garner / piano.solo
New York, 14 de março de 1955
Faixas
-Love In Bloom
-That Old Feeling

v. Rapsódia
Retornamos á época dos álbuns de dez polegadas, buscando sempre aproximação com a ordem cronológica.
Coube à “Copacabana”, ainda exercendo a representação da “Atlantic Records”, editar “Rapsódia”, com a famosa sessão de 08 de setembro de 1949, na qual o pianista iniciava uma prática adotada em todo o restante de sua carreira, qual seja, a execução dos temas denominados “clássicos”.
“Pavanne” ganhou ousada interpretação de Garner, não menos importante que “Impressions” que, no dizer do próprio Garner, é sua visão de “Clair de Lune”, a segunda em sua trajetória, se nos reportarmos a um antigo 78rpm gravado para a “Polydor”, sob o título de “Moonlight Moods”.
10” Copacabana / Atlantic, CLP-3041, “Rapsódia”
Erroll Garner / piano, Leonard Gaskin / baixo, Charlie Smith / bateria
New York, 08 de setembro de 1949
Faixas
-Flamingo
-The Way You Look Tonight
-Reverie
-Twilight
-Skylark
-I Can’ Give You Anything But Love
-Blue And Sentimental
-Pavanne
-Impressions
-Turquoise

vi. The Greatest Garner - That’s Jazz - Volume 4
Se os discos de dez polegadas, editados pela “Copacabana”, sumiram do mercado (vez que outra podendo ser encontrados nos “sebos” e, ainda assim, em precário estado de conservação), o álbum “The Greatest Garner” editado pela “WEA” supre em parte essa carência, pois reuniu faixas daquelas sessões, devidamente remasterizadas e apresentando indiscutível qualidade técnica.
12” Atlantic / WEA, LP-30077, “Erroll Garner - The Greatest Garner”
Erroll Garner / piano, Leonard Gaskin / baixo, Charlie Smith / bateria
New York, 08 de setembro de 1949
Faixas
-The Way You Look Tonight
-Turquoise
-Pavanne
-Impressions
-Skylark
-Flamingo
-Reverie
-Blue And Sentimental
-I Can’t Give You Anything But Love
Erroll Garner/ piano, John Simmons / baixo, Harold Wings / bateria
New York, 12 de maio de 1950
Faixas
-I May Be Wrong
-Confessin’
-Summertime

vii. Erroll Garner Piano
Completando a série de dez polegadas editados pela “Copacabana” (representante da “Atlantic”), temos o LP “Piano” com o restante da sessão de 12 de maio de 1950.
10” Copacabana / Atlantic, LP-3042, “Erroll Garner - Piano”
Erroll Garner/ piano, John Simmons / baixo, Harold Wings / bateria
New York, 12 de maio de 1950
Faixas
-Margie
-Lullaby Of The Leaves
-There Is No Greater Love
-The Sheik Of Araby
-I May Be Wrong
-I’ll Be Seeing You
-Serenade In Blue
-Trees

viii. Erroll Garner Toca, Você Dança
Chegamos á fase da “Columbia” (“CBS”, atual “Sony Music”), onde Garner gravou a maior parte de seus discos. Pena que a “CBS” não tenha cuidado melhor das edições nacionais da obra de Garner, inclusive quanto aos CD’s, editados em coletâneas e sem as informações básicas.
12” Columbia, LPCB-3104, “Erroll Garner Toca, Você Dança”
Erroll Garner / piano, John Simmons / baixo, Shadow Wilson / bateria
New York, 07 de outubro de 1950
Faixas
-The Petite Waltz
-The Petite Waltz Bounce
Mesma formação e mesmo local em 03 de Janeiro de 1952
Faixa
-Out Of Nowhere
Mesma formação em Hollywood, 02 de julho de 1951
Faixas
-It’s The Talk Of The Town
-Please Don’t Talk About Me When I’m Gone
Erroll Garner / piano, Wyatt “Bull” Ruther / baixo, Fats Heard / bateria
New York, 20 de março de 1953
Faixas
-Y’ve Got My Love To Keep Me Warm
-Can’t Help Love That Men (em 27 de fevereiro de 1953
-Stompin’ At The Savoy
-Sweet Sue, Just You
-Cheek To Cheek (também em 27 de fevereiro de 1953)

ix. Play It Again, Erroll
Precioso álbum duplo editado pela “CBS”, cobrindo nove sessões diferentes produzidas pelo trio de Garner ou em piano.solo, entre 1950 e 1956, com quatro formações distintas. A exemplo da “Savoy”, também a “Columbia” americana cuidou bastante do aspecto mercadológico dos discos de Garner, em sua maioria compostos de “standards” que, se privam o colecionador de seus famosos originais, em contrapartida fornecem aspectos musicais inusitados nos temas que formam os repertórios dessas sessões.
12”, álbum duplo Columbia LPCB-225048/49, “Play It Again, Erroll”
Erroll Garner / piano, John Simmons / baixo, Shadow Wilson / bateria
New York, 28 de junho de 1950
Faixas
-Poor Butterfly
-My Heart Stood Still
Mesma formação e local, 07 de outubro de 1950
Faixa
-Lover
Mesma formação e local, 11 de janeiro de 1951
Faixas
-Honeysuckle Rose
-Laura
Mesma formação em Los Angeles, 02 de julho de 1951
Faixas
-You’re Blasé
-Ain’t She Sweet
Erroll Garner / piano, Wyatt “Bull” Ruther / baixo, Shadow Wilson / bateria
New York, 03 de Janeiro de 1952
Faixas
-Music Maestro Please
-Am I Blue
-I Never Knew
-You’re Driving My Crazy
-Summertime
Erroll Garner / piano.solo
New York, 29 de fevereiro de 1952
Faixa
-Dancing In The Dark
Erroll Garner / piano, Wyatt “Bull” Ruther / baixo, Fats Heard / bateria
New York, 27 de fevereiro de 1953
Faixas
-Avalon
-Can’t Help Love That Man
Mesma formação e local, em 30 de março de 1953
Faixas
-Easy To Love
-Mean To Me
-St. Louis Blues
-Love For Sale
Erroll Garner / piano, Al Hall / baixo, Specs Powell / bateria
New York, 07 de junho de 1953
Faixas
-Dreamy
-The Man I Love

x. Jóias de Erroll Garner
Na metade da década de 50 do século passado, a “CBS” editou um de seus melhores álbuns de Garner, contendo três sessões com duas das mais importantes formações de trio da carreira do pianista.
12” Columbia LPCB-31024, “Jóias de Erroll Garner”
Erroll Garner / piano, John Simmons / baixo, Shadow Wilson / bateria
New York, 11 de janeiro de 1951
Faixas
-Indiana
-I’m In The Mood For Love
-The Way You Look Tonight
-Penthouse Serenade
-Play Piano Play
-Laura
-Body And Soul
-I Cover The Waterfront
Mesma formação e local, 03 de janeiro de 1952
Faixa
-Lady, Be Good
Erroll Garner / piano, Wyatt “Bull” Ruther / baixo, Fats Heard / bateria
New York, 30 de março de 1953
Faixas
-Easy To Love
-Frenesi
-Mean To Me


Segue em
(E.3) APRESENTAÇÃO COMENTADA DOS LP’s - 2ª Parte

2 comentários:

Andre Tandeta disse...

Carissimo,e sabio,Apostolo,
o que seria de nos sem voce ? Um trabalho desses é raro de encontrar, na internet então nem se fala,apesar dos excelentes blogs de jazz .Mas esse é um trabalho de muito peso e utilissimo.
Mais uma vez parabens .
Tenha um Natal muito feliz junto com a familia, com saude ,paz e amor.
Abraço

APÓSTOLO disse...

Prezado TANDETA:

Retribuo, com carinho, seus votos, desejando que em 2010 você mal tenha tempo para respirar de tantos compromissos profissionais, trabalhando no que lhe dá prazer = música.
Saude e, tanto quanto possível, alguns US$.