Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

28 setembro 2009

BARBARA PEDALADA

O jazz também tem seu Robinho pedalada feminino. Puristas, olhem só o detalhe do pé da moça no baixo e as mãos delicadas no teclado do B3.
Não adianta criticar, ela é atualmente a maior expressão feminina do jazz no Hammond.
Essa é Barbara Dennerlein.
Ganhe 10 minutos do seu dia com esse tributo a Jimmy Smith.

8 comentários:

Salsa disse...

Muito bom

figbatera disse...

Eu tb gostei muito!

figbatera disse...

10m muito bem aproveitados!
A muié é "phodona"....

BraGil disse...

Sensacional! Nunca tinha visto um solo de baixo com os pés!!

Guzz disse...

já tinha falado dessa moça das pernas swingadas aqui

ela é realmente genial !

abs,

MaJor disse...

Boa lembrança e homenagem a Jimmy Smith pela moça, Barbara, também no teclado. Tive a felicidade de poder assistir a Jimmy em um Free Jazz, mas o melhor foi a esticada no Jazzamania com vários músicos do festival quando sugiu Jimmy com sua esposa, depois de muita solicitação acabou indo ao piano e foi a glória. A noite acabou o sol ia surgindo quando findou a jam.
Aliás nesta noite quem arrasou também foi Si-bemol, apelido dado por Lula a um pianista de um grupo daqueles que apareciam no festival talvez rock, fusion, sei lá, mas o cara tinha 2m e usava um macacão com teclado desenhado e dada a altura da "nota" ficou Si-bemol. Tocou um jazz fantástico.

Alexandre disse...

Muito bom! Compartilhei no meu perfil do Facebook. Bela homenagem ao Jimmy Smith.Também estive no show do Free Jazz e ainda em outro memorável na edição de 1999 do Montréal Jazz Festival

Nelson disse...

Meus prezados.... a mulher é "Bárbara". Bela homenagem ao Jimmy.Ganhamos mais que 10 minutos,pois a "BARBARA PEDALADA" calça como jogadora de basquete, mas aciona os pedais baixos de forma precisa e encantadora.
Valeu
Abçs.
Nelson Reis