Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

20 junho 2008

THELMA GRACEN

Vasculhando a internet, deparei-me com um nome de cantora que me "disse" alguma coisa. Assim, absolutamente do nada. Talvez por ter tido um amigo na adolescência cuja irmã chamava-se Thelma e tinha longas pernas e isso tenha me deixado alguma marca indelével, o fato é que uma empatia rolou com Mrs. Gracen e saí buscando suas gravações. Talvez a época em que gravou tenha contribuído para que eu pesquisasse mais a fundo e o resultado disso tudo é que me deparei com uma cantora madura e criativa, cujo timbre médio (como o de centenas de outras) não seria motivo para minha maior atenção mas que, por conta principalmente das suas ricas modulações, me encantou em definitivo.

Descobri que gravou pouquíssimo, quase nada mesmo. Inicialmente uma crooner em orquestras que se apresentavam em ballrooms, foi "descoberta" acidentalmente por Maynard Ferguson em uma boate em Los Angeles, quando ficou vivamente impressionado com seu talento. Isso o fez voltar na noite seguinte, trazendo pelo braço um caçador de talentos da Mercury Records.

Sua primeira gravação foi como convidada na banda de Freddie Slack, num disco chamado “Boogie Woogie On The 88” (Wing MGW-60003). Esta selo era de uma subsidiária da Mercury. Seu único disco próprio, o LP da Wing 60005 - cuja capa ilustra este post - foi gravado em 1955 e chamou-se, claro, "Thelma Gracen". É valorizadíssimo e quem puder pescar algumas faixas poderá, como eu, maravilhar-se com a arte dessa cantora pouco ou nada conhecida. Para mim, até semana passada, estava nesta última categoria.

Seguem as faixas da gravação original:

I'll Remember April (Raye - DePaul - Johnston) 2:45
Night And Day (Cole Porter) 3:00
I'll Never Be The Same (Kahn - Malneck - Signorelli) 2:56
Tea For Two (Caesar - Youmans) 2:25
I'll Get By (Turk - Ahlert) 3:37
Out Of Nowhere (Heyman - Green) 2:32
Solitude (Mills - Ellington - DeLange) 3:54
Just You, Just Me (Klages - Greer) 2:45
I'm Yours (Harburg - Green) 3:53
People Will Say We're In Love (Rodgers - Hammerstain) 2:45
More Than You Know (Rose - Eliscu - Youmans) 3:30
Let There Be Love (Grant - Rand) 2:15

Aos nossos Mestres, peço que complementem estas informações extraídas e traduzidas livremente do site microgroove.jp/mercury com o que mais puderem.

Pela voz, pela interpretação e pela charme em geral, @@@@.

Abraços.

Nenhum comentário: