Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

21 maio 2008

HISTÓRIA DO JAZZ N° 59


PARTIU RUY BARBOSA

E partiu mais um amigo, entre os que fiz durante a duração de “O Assunto é Jazz”. Ruy Barbosa Martins de Azeredo era o seu nome. Morava em Madureira,escrevia com freqüência para o programa e quando fundamos a AND solicitou uma carteira de “Sócio Honorário” já que não podia participar de nossas reuniões. Atendi seu pedido e ao receber a carteirinha exibia com orgulho aos amigos. Quis me conhecer pessoalmente e marcamos encontro no “Gaúcho” da Rua São José para um rápido chope. Ruy era o nosso ouvinte mais idoso, na época octogenário, e era super interessado no "O assunto é Jazz”.
Tinha gravado cerca de seiscentas audições e disso muito se orgulhava. Certa ocasião me enviou um cheque de duzentos cruzeiros informando que era para ajudar nas despesas das reuniões da AND. E esclareceu que como era “sócio honorário” tinha que participar de alguma maneira. Quando enviuvou resolveu mudar para Taubaté e de lá enviava telegramas ou cartas ,na primeira terça feira de dezembro cumprimentando o aniversário do programa, mesmo após o seu término. A última vez que estivemos juntos foi na festa de seus noventa anos, comemorados em uma casa especializada no Alto da Boa Vista.
Quando cheguei Ruy largou todo que estava fazendo e saiu me apresentando a todos os convidados. Depois, abriu um envelope e começou a me mostrar os “troféus”. Fotos nossas tiradas no programa por seu filho. O tempo passou e certa ocasião um de seus filhos foi a minha casa e me entregou cinqüenta fitas dos programas enviados pelo pai. Régio presente. Até que veio a telefonema de Taubaté. Uma de suas filhas informando o seu falecimento aos 94 anos de idade. Embora separados pela distancia jamais deixamos de nos comunicar. Fiel ouvinte e fiel amigo.
RIP

Nenhum comentário: