Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

13 abril 2008

600 LIBRAS POR UM CD?


Difícil acreditar que um CD normal, até recente, possa valer quase 2 mil reais. Pois bem. Esse foi o preço pago no EBAY pelo álbum Heard It All Before (1999), do pianista e cantor inglês Jamie Cullum (29). A razão do preço é simples. Foi o primeiro disco de Cullum, na época sem gravadora, e que teve apenas 500 cópias. Não houve ainda a reedição e quem quiser comprá-lo vai ter que desembolsar 600 libras ou mais. Será que vale a pena?
Cullum se interessou por música desde pequeno. Ouvia de tudo um pouco, entre Miles Davis, Herbie Hancock e Thelonious Monk, maiores influências pelo jazz, e Steely Dan, do lado pop rock. Sua concepção musical, portanto, foi recheada de gêneros e estilos, o que acabou se refletindo na maneira de tocar piano e cantar – ele também se aventura como guitarrista e baterista. Rotulado, enfim, como jazzista, Cullum se transformou rapidamente em fenômeno comercial, até mesmo no Brasil, onde fez curta e prestigiada temporada – seu DVD ao vivo está entre os mais vendidos na categoria jazz. Heard It All Before, no entanto, foi feito sem a mínima pretensão comercial, apesar do repertório incluir apenas grandes standards da música norte-americana, como Old Devil Moon, Night & Day, Caravan e Speak Low, entre outros. Cullum convidou dois amigos, também ingleses, para uma formação tradicional de trio – Ralph Mizraki (baixo) e Julian Jackson (bateria).
Heard It All Before mostra um pianista de técnica questionável, típica de um autodidata. Os tais amigos ingleses são quase amadores, apesar de bem intencionados. O segredo de Cullum está na ousadia e criatividade, até mesmo como vocalista. O CD não tem acabamento de gravação e mixagem, como era de se esperar. Mas, do início ao fim, revela pelo menos uma concepção honesta de se fazer boa música que, por acaso, é jazz. Quanto ao seu custo-benefício, essa avaliação fica prejudicada pela possibilidade agora de se baixar o CD inteiro via internet – isso vai depender da disposição e paciência dos interessados.

01. Old Devil Moon
02. They Can’t Take That Away From me
03. Night & Day
04. My One & Only Love
05. Caravan
06. I’ve Got You Under My Skin
07. Speak Low
08. God Bless The Child
09. Love For Sale
10. Sweet Lorraine

...................................................................

Independente (1999)
Jamie Cullum – piano, vocals, arranger
Ralph Mzraki – bass
Julian Jackson – drums



OBS. No som na caixa, Night & Day (Porter)


boomp3.com

Nenhum comentário: