Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

20 junho 2007

RETRATOS
04. BUD POWELL (B)
Início da Discografia Resumida

Bud Powell (27/Setembro/1924 a 31/Julho/1966) possui discografia extensa, mesmo com curta carreira de atuação em estúdios, temporadas, festivais e excursões, iniciada com 19 anos em Janeiro/1944 - sexteto liderado pelo trumpetista Cootie Williams - e interrompida em Janeiro/1966 com 41 anos: nossos apontamentos contabilizam 857 registros gravados nesse período. Nos 05 últimos meses de vida e em função das ocorrências que precederam seu falecimento, Bud Powell esteve afastado das atividades de músico.

A prática totalidade de suas gravações possui formação, data e local perfeitamente identificados, mas há algumas raras em que não há precisão quanto à data, ao local e/ou à constituição do grupo integrante da gravação.

Definitiva e determinantemente Bud Powell foi “O” pianista do “Bebop” e considerando a alta qualidade da maior parte dos registros com sua participação, em estúdio ou ao vivo e principalmente até 1960, é extremamente arriscada e pessoal a aventura de “selecionar o melhor” desse músico que serviu de modelo para tantos e tantos outros. Por esse motivo a discografia resumida de Bud Powell que será apresentada nesse “RETRATO” deverá contar com a indulgência de nossos prezados colegas Cjubianos, sendo certo que quaisquer consultas que façam em seus comentários será devidamente respondida com maiores detalhes.

Todos nos lembramos com carinho de Charles Melvin “Cootie” Williams (24/Julho/1908 a 14/Setembro/1985) como 1º trumpetista da banda de Duke Ellington, para a qual entrou em Janeiro/1929 substituindo Bubber Miley. Mas Cootie Williams também desenvolveu primoroso trabalho à frente de sua própria “big band”, revelando talentos que mais tarde trilharam caminhos próprios; Bud Powell foi o mais destacado desses talentos e, segundo o ótimo trabalho de Bruno Schiozzi para a revista italiana “Música Jazz” (16 páginas, Fevereiro /1995), após escutá-lo no final de 1943 com 19 anos imediatamente o contratou, declarando anos depois para a “Down Beat” - “Bud Powell já era um gênio quando o contratei”.

E é com o sexteto de Cootie Williams que está registrada a primeira participação de Bud Powell na cera, em 04/01/1944, New York; e que sexteto: Cootie Williams (trumpete), Eddie "Cleanhead" Vinson (sax.alto), Eddie 'Lockjaw' Davis (sax.tenor), Bud Powell (piano), Norman Keenan (baixo) e Sylvester "Vess" Payne (bateria) ! ! ! . . .

Esse mesmo trabalho de Bruno Schiozzi para a “Música Jazz” é acompanhado por magnífico CD com 19 faixas (63’12”) de Cootie Williams, das quais 02 com Bud Powell: o clássico de Thelonius Monk / Cootie Williams “’Round Midnight” em 22/Agosto/1944 e “Sweet Lorraine” (com solo de Bud Powell em 06/Janeiro/1944).

Cootie Williams Sextet
Cootie Williams (trumpete), Eddie "Cleanhead" Vinson (sax.alto), Eddie 'Lockjaw' Davis (sax.tenor), Bud Powell (piano), Norman Keenan (baixo) e Sylvester "Vess" Payne (bateria).
04 e 06/01/1944, New York. Albuns da Hit: “Cootie Williams - You Talk A Little Trash With Floogie Boo” e “Cootie Williams - I Don't Know With Gotta Do Some War Work, Baby”. Album da Storyville: “Cootie Williams And His Orchestra”. Album da Phoenix: “Cootie Williams Sextet And Orchestra”. Album da Royale: “Cootie Williams - Sweet Lorraine With Now I Know”.
1. You Talk A Little Trash
2. Floogie Boo (Sweet Lorraine)
3. I Don't Know (Now I Know)
4. Gotta Do Some War Work, Baby
5. My Old Flame
6. Sweet Lorraine
7. Echoes Of Harlem
8. Honeysuckle Rose
Essa foi a primeira participação de Bud Powell em gravações.

Cootie Williams And His Orchestra
Cootie Williams, Harold "Money" Johnson, Ermit V. Perry e George Treadwell (trumpetes), Ed Burke, Bob Horton e George Stevenson (trombones), Charles Holmes e Eddie "Cleanhead" Vinson (saxes.alto), Eddie 'Lockjaw' Davis e Lee Pope (saxes.tenor), Eddie DeVerteuil (sax.barítono), Bud Powell (piano), Norman Keenan (baixo), Sylvester "Vess" Payne (bateria) e Pearl Bailey (vocal em 1 e 2).
06/01/1944, New York. Albuns da Hit: “Cootie Williams - Now I Know With Tess's Torch Song” e “Cootie Williams - Cherry Red Blues With Things Ain't What They Used To Be”. Album da Storyville: “Cootie Williams And His Orchestra”. Album da Phoenix: “Cootie Williams Sextet And Orchestra”.
1. Now I Know
2. Tess's Torch Song (I Had A Man)
3. Cherry Red Blues
4. Things Ain't What They Used To Be

Durante 1944 Bud Powell gravou sempre com as formações de Cootie Williams. Em 1945 sua única gravação foi com o tenorista Frank Socolow, como a seguir.

Frank Socolow's Duke Quintet
Freddie Webster (trumpete), Frank Socolow (sax.tenor), Bud Powell (piano), Leonard Gaskin (baixo) e Irv Kluger (bateria).
02/05/1945, New York. Albuns da Duke: “Frank Socolow - The Man I Love With Reverse The Changes” e “Frank Socolow - September In The Rain”. Album da Xanadu: “Various Artists - Bebop Revisited, Volume 6”.
1. The Man I Love
2. Reverse The Changes
3. Blue Fantasy
4. September In The Rain

Em 1946 Bud gravou em quinteto com Dexter Gordon, seguindo-se os registros com os grupos de Tadd Dameron, de J.J.Johnson, de Kenny Dorham, Sonny Stitt, Kenny Clarke e Fats Navarro.

Sarah Vaughan With Tadd Dameron Orchestra (arranjos de Tad Dameron)
Freddy Webster (trumpete), Hank Ross (clarinete baixo), Leroy Harris (sax.alto), Leo Parker (sax.barítono), Bud Powell (piano), Ted Sturgis (baixo), Kenny Clarke (bateria), Sarah Vaughan (vocal) e seção de cordas.
07/05/1946, New York. Albuns da Musicraft: “Sarah Vaughan - The Early Years "The Divine Sarah", “Various Artists - It's You Or No One”, “Various Artists - Time And Again”, “Various Artists – Tenderly”, “Tadd Dameron - You're Not The Kind With Tadd Dameron/Sarah Vaughan - If You Could See Me Now” e “Tadd Dameron - My Kinda Love With Tadd Dameron/Sarah Vaughan - I Can Make You Love Me”. Album da Everest: “Sarah Vaughan With Tadd Dameron Orchestra”.
1. If You Could See Me Now
2. I Can Make You Love Me
3. You're Not The Kind
4. My Kinda Love
5. My Kinda Love (alternate take)

J.J. Johnson's Beboppers
J.J. Johnson (trombone), Cecil Payne (sax.barítono), Bud Powell (piano), Leonard Gaskin (baixo) e Max Roach (bateria).
26/06/1946, New York. Albuns da Savoy: “J.J. Johnson - Mad Be Bop”, “J.J. Johnson's Jazz Quintets”, “Various Artists - Birth Of The Bop, Volumes 1, 2, 3 e 4”, “J.J. Johnson - New Trends In Jazz, Vol. 11”, “J.J. Johnson - Jay Bird With Teddy Reig - Mr. Dues”, “J.J. Johnson - Coppin' The Bop With Hey Jay Jay” e “J.J. Johnson - Mad Bebop With Sonny Stitt - Seven Up”.
1. Jay Bird
2. Jay Bird (Fly Jay)
3. Coppin' The Bop
4. Hey Jay Jay
5. Mad Bebop

Sonny Stitt Quintet / The Bebop Boys
Kenny Dorham (trumpete), Sonny Stitt (sax.alto), Bud Powell (piano), Al Hall (baixo) e Kenny Clarke (bateria).
04/09/1946, New York. Albuns da Savoy: “Fats Navarro Memorial - Fats - Bud - Klook - Sonny – Kinney”, “Various Artists - The Bebop Boys”, “Various Artists - The Modern Jazz Piano Album”, “Sonny Stitt”, “Various Artists - Bird - Diz - Bud – Max”, “Sonny Stitt - New Trends In Jazz, Volume 10”, “Various Artists - Bird - Diz - Bud - Max, Volumes 1 e 2”, “Sonny Stitt - Serenade To A Square With Boppin' The Blues”, “The Bebop Boys - Ray's Idea With Good Kick”, “J.J. Johnson - Mad Bebop With Sonny Stitt - Seven Up” e “Serge Chaloff - Gabardine And Serge With Sonny Stitt - Blues In Bebop”.
1. Serenade To A Square
2. Good Kick
3. Seven Up
4. Seven Up (alternate take)
5. Blues In Bebop (Blues A La Bud)
6. Blues In Bebop (alternate take)
7. Diz-Iz

Kenny Clarke And His 52nd Street Boys
Kenny Dorham e Fats Navarro (trumpetes), Sonny Stitt (sax.alto), Ray Abrams (sax.tenor), Eddie DeVerteuil (sax.barítono), Bud Powell (piano), John Collins (guitarra), Al Hall (baixo) e Kenny Clarke (bateria).
05/09/1946, New York. Albuns da RCA: “Various Artists - Be Bop Revolution” (esse um RCA Bluebird, selo “econômico” da RCA), “Various Artists - The Bebop Era” e “Kenny Clarke – Epistrophy”. Albuns da Swing: “Kenny Clarke - Epistrophy With Oop Bop Sh'bam” e “Kenny Clarke - 52nd Street Theme With Rue Chaptal”.
1. Epistrophy
2. 52nd Street Theme
3. Oop Bop Sh'bam
4. Rue Chaptal (Royal Roost)

Fats Navarro / Gil Fuller's Modernists (arranjos de Gil Fuller)
Kenny Dorham e Fats Navarro (trumpetes), Sonny Stitt (sax.alto), Morris Lane (sax.tenor), Eddie DeVerteuil (sax.barítono), Bud Powell (piano), Al Hall (baixo) e Kenny Clarke (bateria).
06/09/1946, New York. Albuns da Savoy: “Fats Navarro Memorial - Fats - Bud - Klook - Sonny – Kinney", “Fats Navarro - Fat Girl”, “Various Artists - New Sound In Modern Music”, “Fats Navarro”, “Sonny Stitt”, “Sonny Stitt - New Sound In Modern Music, Volume 1”, “Fats Navarro - New Trends In Jazz, Volumes 5, 8 e 9”, “The Bebop Boys - Boppin' A Riff, Partes 1 & 2”, “The Bebop Boys - Fat Boy, Partes 1 & 2”, “The Bebop Boys - Everything's Cool, Partes 1 & 2”, “ Fats Navarro - Everything's Cool, Partes 1 & 2” e “The Bebop Boys - Webb City, Partes 1 & 2”. Album da Mythic Sound: “Earl Bud Powell, Volume 2 - Burning In U.S.A.”
1. Boppin' A Riff, 1ª e 2ª partes
2. Fat Boy, 1ª e 2ª partes
3. Everything's Cool, 1ª e 2ª partes
4. Webb City, 1ª e 2ª partes
5. Boppin' A Riff, 2ª parte (alternate take)
6. Fat Boy, 1ª parte (alternate take)

Em Janeiro/1947 pela primeira vez Bud Powell grava em seu nome e em trio, formação que seria seu principal reduto; aquí temos Bud já em completa maturidade pianística e com a sua linguagem de primeiro piano do “Bebop”. Em Maio e pela primeira vez grava com Charlie Parker.

Bud Powell Trio
Bud Powell (piano), Curly Russell (baixo) e Max Roach (bateria).
10/01/1947, New York. Albuns da Roost: “The Bud Powell Trio”, “Bud Powell - I'll Remember April With Off Minor”, “Bud Powell - Indiana With Everything Happens To Me”, “Bud Powell - Somebody Loves Me With Bud's Bubble” e “Bud Powell - I Should Care With Nice Work If You Can Get It”.
1. I'll Remember April
2. Indiana
3. Somebody Loves Me
4. I Should Care
5. Bud's Bubble
6. Off Minor
7. Nice Work If You Can Get It
8. Everything Happens To Me

Charlie Parker All Stars
Miles Davis (trumpete), Charlie Parker (sax.alto), Bud Powell (piano), Tommy Potter (baixo) e Max Roach (bateria).
08/05/1947, Estúdios Harry Smith, New York. Albuns da Savoy (todos com Parker na capa): “Charlie Parker – Encores”, “Charlie Parker - The Complete Savoy Studio Sessions”, “The Immortal Charlie Parker”, “Charlie Parker Memorial, Volumes 1 e 2”, “The Genius Of Charlie Parker”, “Charlie Parker - Bird - Master Takes”, “The Charlie Parker Quintet, Volumes 1 e 2”, “Charlie Parker, Volumes 2, 3 e 4”, “Charlie Parker - Donna Lee With Buzzy”, “Charlie Parker - Chasin' The Bird With Miles Davis - Little Willie Leaps”, “Charlie Parker - Bird Gets The Worm With Cheryl”, “Charlie Parker - Donna Lee With Steeplechase”, “Charlie Parker - Chasin' The Bird With Cheryl” e “Charlie Parker - Warming Up A Riff With Buzzy”.
1. Donna Lee
2. Donna Lee (alternate take 1)
3. Donna Lee (alternate take 2)
4. Donna Lee (alternate take 3)
5. Donna Lee (alternate take 4)
6. Chasin' The Bird (take reduzido)
7. Chasin' The Bird (take reduzido)
8. Chasin' The Bird (alternate take 1)
9. Chasin' The Bird (alternate take 2)
10. Cheryl
11. Cheryl (take reduzido)
12. Buzzy
13. Buzzy (alternate take 1)
14. Buzzy (alternate take 2)
15. Buzzy (alternate take 3)
16. Buzzy (alternate take 4)

Em 1948 Bud Powell participou de uma única sessão de gravação, em “all stars”.

All Star Jam Session (apresentação de Leonard Feather)
Benny Harris (trumpete), J.J. Johnson (trombone), Buddy DeFranco (clarinete), Lee Konitz (sax.alto), Budd Johnson (sax.tenor), Cecil Payne (sax.barítono), Bud Powell (piano), Chuck Wayne (guitarra), Nelson Boyd (baixo) e Max Roach (bateria).
19/12/1948, Royal Roost (transmissão pelo rádio), New York. Como já escrito, foi a única gravação de Bud Powell em 1948. Faixas em 03 albuns de 03 selos distintos: Beppo (“Various Artists - Tadd Dameron Big 10 And Royal Roost Jam”), Jung Cat (“Various Artists - The Great Jazz Concerts At The Original Royal Roost”) e Mythic Sound (“Earl Bud Powell, Vol. 1 - Early Years Of A Genius, 44-48”).
1. Jumpin' With Symphony Sid
2. I'll Be Seeing You
3. 52nd Street Theme
4. Ornithology
5. Introduction
6. Perdido
7. Indiana

Durante 1949 Bud praticamente só gravou em trio; as exceções foram sua primeira gravação para a “Blue Note”, com quarteto titulado por Sonny Stitt e um “all stars” no Carnegie Hall.

Bud Powell Trio
Bud Powell (piano), Ray Brown (baixo) e Max Roach (bateria).
Janeiro / Fevereiro de 1949, New York.
1. Tempus Fugit
2. Célia
A partir daquí Bud Powell gravou em diversas outras oportunidades para a VERVE (leia-se “Norman Granz”, o criador dos concertos “Jazz At The Philharmonic” - JATP): 09/02/1950, 01/07/1950, 15/02/1951, 02/06/1954, 04/06/1954, 16/12/1954, 11-12-13/01/1955, 27/04/1955 e 13/09/1956. Todas as 102 faixas gravadas para o selo VERVE nessas datas estão disponíveis no estojo de 05 CD’s “The Complete Bud Powell On Verve”, lançado em 1964. CD1 = 25 faixas, CD2 = 16 faixas, CD3 = 19 faixas, CD4 = 21 faixas e CD5 = 21 faixas. São diversas formações e efetivamente uma bela retrospectiva da obra gravada de Bud Powell. Também no “livreto” de capa dura da VERVE intitulado “The Jazz Scene” encontra-se material fotográfico de Bud Powell e a faixa “Cherokee” (é outro produto da VERVE, com vários músicos).

Bud Powell's Modernists
Fats Navarro (trumpete), Sonny Rollins (sax.tenor), Bud Powell (piano) Tommy Potter (baixo) e Roy Haynes (bateria)
09/08/1949, New York.
1. Bouncing With Bud
2. Bouncing With Bud (alternate take 1)
3. Bouncing With Bud (alternate take 2)
4. Wail
5. Wail (alternate take)
6. Dance Of The Infidels
7. Dance Of The Infidels (alternate take)
8. 52nd Street Theme
9. You Go To My Head
10. Ornithology
11. Ornithology (alternate take)
A partir desta data Bud Powell gravou em outras inúmeras ocasiões para o selo BLUE NOTE (01/05/1951, 14/08/1953, 03/08/1957, 24/08/1958, 29/12/1958 e 23/05/1963), com todas as 72 faixas gravadas para essa etiqueta disponíveis no estojo de 04 CD’s “The Complete Blue Note And Roost Recordingds – Bud Powell”, lançado em 1994: CD1 = 20 faixas, CD2 = 23 faixas, CD3 = 14 faixas e CD4 = 15 faixas. São diversas formações e também preciosa retrospectiva da obra gravada de Bud Powell.
No Brasil foi lançado pela EMI-Odeon com o selo Blue Note o álbum duplo “Bud Powell – Amazing” (“Jazz Classics Twins”), com 24 das 72 faixas gravadas por Bud Powell para a Blue Note. Abrindo-se esse álbum duplo temos a parte central ocupada pelas extensas notas de Leonard Feather, em que ele destaca o “work in progress” dos 03 takes de “Um Poco Loco”, desde a versão incompleta com 3’47” até a 3ª versão com 4’43”.

Em 1950 Bud Powell gravou em trio, voltou a gravar com Charlie Parker e com Sarah Vaughan.

Charlie Parker Quintet
Fats Navarro (trumpete), Charlie Parker (sax.alto), Bud Powell (piano), Curly Russell (baixo) e Art Blakey (bateria).
15 e 16/05/1950, Birdland (transmitido via rádio), New York. Album da Ozone: “Charlie Parker - Fats Navarro - Bud Powell”. Album da Alamac: “Charlie Parker's All Stars 1950”. Album da Columbia: “Charlie Parker - One Night In Birdland”. Também no estojo “BIRD”, Volumes 5 e 7.
1. 52nd Street Theme, I
2. Perdido
3. 'Round About Midnight (incompleto)
4. This Time The Dream's On Me
5. Dizzy Atmosphere
6. A Night In Tunisia
7. Move
8. 52nd Street Theme, II (incompleto)
9. Rifftide = The Street Beat
10. Out Of Nowhere
11. Little Willie Leaps
12. 52nd Street Theme, III
13. Ornithology
14. I'll Remember April
15. 52nd Street Theme, IV

Conclusão da Discografia Resumida em (C).

Nenhum comentário: