Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

20 junho 2007

DO OUTRO LADO DO JAZZ # 18 - O JAZZ VAI À GUERRA (parte II)

Durante o período de 1939 a 1945 o mundo esteve em guerra e justamente ao início do conflito a Era das Big Bands já estava em seu auge, também conhecida como a Era Swing. Existiam excelentes bandas lideradas por Count Basie, Benny Goodman, Artie Shaw, Glenn Miller, Tommy Dorsey, Duke Ellington e muitos outros, isto nos EUA, mas na Inglaterra e Canadá algumas bandas também já se destacavam. Alguns grupos começaram a se desintegrar com a convocação dos músicos para o alistamento nas forças aliadas, contudo houve um consenso de que formações de músicos, agora militares, poderiam ser criadas de forma a entreter os acampamentos e bases militares.
A primeira banda militar formada com este objetivo foi a Royal Air Force Dance Orchestra, naturalmente inglesa, em março de 1940, mais conhecida como The Squadronaires que durante quase 6 anos se apresentou em shows e emissoras de rádio. Ainda em 1940 outro grupo foi formado - Number One Balloon Centre Band melhor conhecida como Skyrockets.
Os EUA entraram na guerra a 7 de dezembro de 1941 após o ataque japonês à base de Pearl Harbor no Pacífico. Um dos primeiros líderes de músicos militares foi Artie Shaw e em abril de 1942 criava a Naval Reserve Band 501 indo atuar no Pacífico e logo a seguir em setembro foi a vez de Glenn Miller formar sua magnífica — 718th Army Air Forces Orchestra. Em 11 de novembro de 1943 Artie Shaw e seu grupo retornou aos EUA e Shaw devido a distúrbios nervosos acabou sendo substituído pelo saxofonista Sam Donahue passando o grupo a se chamar US Navy Rangers Band.
Muitas bandas então passaram a ser criadas e muitos shows foram efetivados no teatro de operações tanto do Atlântico, norte da África, quanto do Pacífico, na verdade mais de 300 grupos de grandes bandas ou de apenas combos foram formados e podemos listar algumas das bandas mais representativas:
Fleet Marine Force Orchestra – banda dixieland liderada pelo tenente Bob Crosby irmão do cantor Bing Crosby que também atuou em muitos shows, gravações de V-Discs e programas de rádio de 1943 a 1946.
Canadian Band of the AEF – liderada pelo capitão Robert Farnon atuando na série de programas da AEF (Allied Expeditionary Forces) titulada The Canadian Show de julho de 1944 a dezembro de 45.
Manhattan Beach Coast Guard Band – formada em 1942 pelo Chief Musician Norbert O'Conner com 35 elementos dentre eles Edward Doc Goldberg baixista de Glenn Miller e o baterista Shelly Manne. Produziram dentre outros programas a série de V-Discs - Music for Marching Men, foi dissolvida em 1945.
Royal Army Ordnance Corps Dance Orchestra – formada em 1941 por Eric Robinson atuou principalmente nos broadcasts da BBC em Londres com o programa Music While You Work, também conhecida como The Blue Rockets.
The Royal Navy Swing Octet também chamado de The Blue Mariners – formado em 1942 pelo pianista George Crow atuando em toda a Inglaterra e na BBC até 1945.
US Navy Band – liderada por Claude Thornhill de out/1942 a set/1945 inicialmente pertencendo a Naval Reserve Band 501 de Shaw e depois formou seu próprio grupo estacionado em Pearl Harbor.
US Coast Guard Band – com 20 músicos e liderada pelo tenente Rudy Vallee estacionada no 11th Naval Distritic Coast Guard Training Center em Alameda, Califórnia fizeram muitas gravações na RCA Victor para promoções de bonus de guerra e para filmes da 20th Century Fox e Warner Brothers.
The Royal Marines Commando Training Unit Dance Band - também conhecida e bem mais fácil como The Marineers atuaram de 1944 a 45 com 14 integrantes liderados pelo trompetista Edmund Ross.
Eighth Air Force Dance Bands – atuou por toda a Inglaterra de 1942 a 45 em bailes e shows por vezes se subdividindo em pequenos grupos.
The 64th Army Band – liderada pelo capitão Marion Walters de 1942 a 45 em que atuava um dos irmãos de Glenn Miller o trompetista John Herbert Miller.
The US Army Band – uma banda inicialmente com 100 músicos formada em 1942 e que em outubro de 1944 foi oferecida ao Major Glenn Miller pelo Gal. Walter Bedell Smith, mas Miller gentilmente declinou dizendo – " General comigo eles não tocariam seu tipo de música" referia-se a maior dedicação da banda às marchas e dobrados militares. A banda seguiu para o teatro de operações do norte da África sob a direção do Cap. Thomas Darcy. Em 1944 desfilou na libertação de Paris e encerrou suas atividades em 1945.
Meridith Willson and the Armed Forces Radio Service Orchestra – Willson liderava bandas na costa oeste dos EUA e em 1942 alistou-se como voluntário com a patente de Major formando a banda militar. Willson e sua formação atuou junto ao serviço militar de rádio broadcast produzindo inúmeros programas de shows acompanhando e dirigindo grandes nomes como o guitarrista Les Paul, Frank Sinatra, Bing Crosby, Dinah Shore e outros...
Winged Victory Show – espetáculo montado por Moss Hart contando com orquestra de 47 soldados dirigidos pelo sargento Joe Bushkin pianista de Tommy Dorsey e mais tarde de Frank Sinatra, incluindo o baixista Harry Goodman, trompete de Steve Lipkins, o clarinete de Steve Aaronson e muitos outros... Além dos shows gravaram vários V-Discs.
Para ilustrar podemos ouvir um trecho do programa THE WAR BEGINS pela Dakota South Radio-USA apresentando Keep 'Em Flying (Bill Coleman) - The Gene Krupa & his Orchestra destacando-se Roy Eldridge e o vocalista Johnny Desmond.

Nenhum comentário: