Editores e Colaboradores : Mauro Nahoum (Mau Nah), José Sá Filho (Sazz), Arlindo Coutinho (Goltinho); David Benechis (Bené-X), José Domingos Raffaelli (Mestre Raf) in memoriam, Luciana Pegorer (PegLu), Luiz Carlos Antunes (Llulla) in memoriam, Ivan Monteiro (I-Vans), Mario Jorge Jacques (MaJor), Gustavo Cunha (Guzz), José Flavio Garcia (JoFla), Alberto Kessel (BKessel), , Gilberto Brasil (BraGil), Reinaldo Figueiredo (Raynaldo), Claudia Fialho (LaClaudia), Marcelo Carvalho (Marcelón), Marcelo Siqueira (Marcelink), Pedro Wahmann (PWham), Nelson Reis (Nels), Pedro Cardoso (o Apóstolo) e Carlos Augusto Tibau (Tibau).

BLOG CRIADO em 10 de maio de 2002

28 maio 2007

SYLVIO VIANNA


Como sempre e por acaso lemos em um canto de coluna no jornal "O Globo-Niterói" sobre o falecimento de Sylvio Vianna. Não há em Niterói quem não o conhecesse. Pianista,vibrafonista e tecladista, teve conjunto de baile que animava as festas,para mais tarde,apenas com seu teclado continuar nesse mistér. Na década de cinquenta foio vibrafonista do quinteto de Dick Farney que atuava no Golden Room do Copacabana Pálace e que gravou temas como "João Sebastião Bar", "Nova Ilusão", "O gênio da Marly" (de sua autoria) e outros mais.
Autor de um lindo tema,uma elegia à praia de Icarai, não sabemos quem o gravou,mas era a música que encerrava os trabalhos da antga Rádio Difusora Fluminense, ZYP-34.
Procuramos na Internet alguma foto que pudesse ilustrar esse post e só fomos encontrar a capa desse LP, gravado pelo conjunto de Sylvio na década de 50. Nossa imprensa fica devendo mais essa.

Um comentário:

Anônimo disse...

Quem cantava este bonito beguine, de autoria do grande musico Sylvio Vianna, era o cantor Carlos Augusto (falecido), que gravou-a em discos Polydor, em 1959. Eu, também, gosto demais da referida música, que canta as belezas da praia de Icaraí (Niterói). No link a seguir, é possível ouvi-la no YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=XOGh52tZNgY